Postagens

Mostrando postagens de Março, 2020

O viralatismo do governo brasileiro nunca foi tão constrangedor

Imagem
A Guerra Fria trouxe consigo uma consequência que pesa até hoje na questão da nossa soberania — pra não dizer da nossa autoestima . A participação do Brasil na II Guerra Mundial representou um alinhamento das nossas elites, através das Forças Armadas , com o ideal de mundo liberal estadunidense. A partir daí, na cabeça de nossas classes dominantes, criou-se o mito de que o que era bom para os Estados Unidos era bom para o Brasil . Nada mais falacioso. A Guerra Fria se foi e a dependência sentimental, econômica e ideológica do Brasil (leia-se, na verdade, um sentimento de xenofilia de uma parcela da alta elite que influencia o comportamento de parte da classe média) em vez de diminuir, parece que aumentou. O PSDB foi o principal partido que, na política institucional, a partir dos anos 90, acampou o maior número de políticos dispostos a representar interesses das altas classes alinhadas com os Estados Unidos no nosso território. O neoliberalismo econômico , fruto dos ideais

Idosos no Brasil: vítimas do coronavírus, vítimas da sociedade

Imagem
U ma das consequências da grave pandemia de coronavírus que ora se alastra descontroladamente pelo mundo, é a grande exposição dos idosos. E não apenas no sentido de serem noticiados como as vítimas principais do patógeno, mas também como alvos de severas críticas  neste momento de crise. Quem tem por volta de trinta e cinco anos ou mais, como eu, há de se lembrar do famoso seriado A Família Dinossauro . Num dos seus episódios, evidencia-se a tradição dos dinossauros de se desfazer de seus idosos no aniversário de 72 anos. Tudo começou, de acordo com o milenar costume jurássico, quando um líder tribal, se sentindo velho, esquecido e inútil , determinou que a partir daquele momento, todos os idosos daquela idade seriam jogados de um penhasco no " Poço de Piche ".  Uma bela alegoria de como nós, seres humanos, especialmente do Ocidente, tratamos nossos idosos.  Ou nós também não achamos que nossos pais e avós, depois de atingir uma certa idade avançada,

Falta de respeito com a quarentena em Cabo Frio-RJ

Imagem
D e manhã cedo, a prefeitura de Cabo Frio-RJ interditou o acesso à praia bloqueando as passagens na praia do Forte com fitas iguais àquelas que se usam em locais de crimes. Seria suficiente para uma população educada e ciente do grave problema que passamos. Mas não para certos idiotas. No momento em que o Brasil registra o crescimento exponencial de casos do novo coronavírus (já são mais de 600 confirmados hoje, ainda muito longe da previsão de ápice) banhistas rompem o lacre e vão se reunir na praia interditada nesta manhã. Fonte das imagens E assim continuam frequentando igrejas lotadas, por exemplo, colocando em xeque a quarentena e potencializando os riscos de pandemia no Brasil. Esses episódios dão a medida do quanto precisamos evoluir enquanto comunidade. Ainda somos crianças que precisam ser tuteladas pelas autoridades. E muitas vezes punidas.