7 de dezembro de 2018

Um pequeno resumo dos últimos dois anos de política brasileira



Pra quem ainda não entendeu como e por que Bolsonaro chegou a ser eleito:
  1. houve um trabalho muito bem arquitetado pelas classes dominantes neste país desde 2016. Começou lá quando o Aécio Neves negou-se a aceitar a derrota numa eleição limpa e incontestável;
  2. continuou com deputados desmoralizando o novo governo com pautas-bomba;
  3. a chantagem de um corrupto do mais alto gangsterismo que então presidia a Câmara colocou o Impeachment em pauta;
  4. dois juristas pagos pelo PSDB criam a ridícula tese das pedaladas fiscais;
  5. um Congresso apodrecido e de baixíssimo nível tira Dilma do mandato;
  6. com a aproximação das eleições, Lula ainda representava o perigo de pôr tudo a perder. Era preciso tirá-lo do jogo e um juizeco de primeira-instância o condena com base em provas totalmente contestáveis;
  7. a eleição se aproxima e o tucanato está morto, o partido Novo ainda é um nanico e a alta burguesia, sem nomes convincentes dentro dos seus quadros tradicionais, lança um balão de ensaio chamado Luciano Huck que não decola;
  8. sem opções, as classes dominantes lançam sua última tacada: se associam com um dos maiores boçais que a política desse país já foi capaz de produzir, desde que ele, eleito, feche os olhos para a orgia que serão estes 4 anos de mercado descontrolado.
Fim da história.
Anterior
Próximo

Professor de História, Mestre em História Política pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), carioca, usa este espaço para comentar sobre os assuntos da política e da sociedade de forma simples e clara, sem, no entanto, abrir mão do rigor da checagem dos fatos.

0 Comentários:

Leia nossos Termos de Uso