Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2018

Brasil e Argentina experimentam mais uma vez as agonias do neoliberalismo

Imagem
B rasil e Argentina vêm demonstrando muito claramente nos últimos meses aonde a crença cega no capitalismo de mercado desregulado pode levar. Aqui, depois de dois anos de governo pró-capital, tenta-se destruir quaisquer barreiras à rapina internacional de nossas riquezas. Isso sem falar na tentativa de acabar com a proteção das leis que dão conta dos direitos do trabalhador, entre outras medidas lesivas. Na Argentina, a população experimenta a sensação de déjà vu , de regresso àquela época de neoliberalismo extremo com Menem e Cavallo , de meados dos anos 90. A hipocrisia do atual governo Macri de bradar recuperar a economia do " kirchnerismo ", acusado de corrupto e populista, entregando a Argentina nas mãos do mercado, deu justamente na crise cambial que vive agora o país mais uma vez, tendo que se ajoelhar humilhado perante o FMI em pedido de socorro financeiro. Pedido esse que, como sabemos, só será atendido se o governo cumprir não um alívio e sim um aprofu

Por que abandonamos as redes sociais

C omo aqueles poucos, porém, fiéis leitores puderam perceber, não estamos mais nas redes sociais . Esta decisão foi tomada depois de um tempo de reflexão, tendo em vista o conhecimento de algumas medidas tomadas pela maioria delas, com as quais não concordamos. A principal, é claro, é a falta de transparência com relação aos algoritmos que determinam o que as pessoas podem ou não receber no seu perfil. Jamais concordamos com a matemática que diz que uma página no Facebook , como por exemplo a nossa, com modestos 2 mil curtidores (não importa a quantidade aqui e sim o exemplo) não tenha uma postagem visualizada por mais de 20 por cento dessas pessoas. Obviamente, isso é uma forma de induzir criadores a pagar para ter seu conteúdo divulgado devidamente. Eles têm esse direito, e nós temos o direito de discordar. Por isso saímos. Além disso, há o fator sentimental. Sou blogueiro desde 2010, uma época em que a chamada blogosfera experimentava o seu auge, com muita audiência e intera