Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2017

Rodrigo Janot termina seu mandato este mês. Foi uma grande surpresa em meio à mediocridade geral

Imagem
O cidadão está prestes a deixar o cargo de Procurador Geral da República , mas com toda a certeza, vai deixar saudades. Isso porque, em meio a uma das maiores crises políticas por que já passou esta terra do bananil , com seus coronéis políticos travestidos de feirantes gritando para o mundo " quem dá mais " para levar nossas maiores riquezas -- que vão desde estatais lucrativas até a maior floresta tropical do planeta -- o cara tentou. Tentou até a última hora, com que os maiores corruptos da nação que assaltaram quase que literalmente o poder, pagassem por seus crimes. Mas não só no executivo e no legislativo que a contaminação do que há de pior nesse sistema falido e corrupto se instalou. Os nobres togados dessa vez, também entraram na dança sem o menor embaraço. Rodrigo Janot Para cada ratoeira que Rodrigo Janot instalou para pegar os ratos da política e do empresariado, havia um Gilmar Mendes pronto para desarmá-la. E assim a ratazana-mor que se instalou na c

Vamos! Enfrentar o atraso e mobilizar o Brasil para uma agenda progressista

Imagem
O que acontece sempre que um país experimenta momentos prolongados de grave crise econômica? A história nos mostra que, quase certamente, a população desse país se torna mais egoísta , mesquinha e amedrontada , mais permeável a discursos fascistas que culpam imigrantes , negros , mulheres , gays , Fidel Castro , Hugo Chávez , etc., ou seja, todos aqueles que não façam parte da comunidade com base na família patriarcal do homem branco de classe média cristão e brasileiro-com-muito-orgulho-com-muito-amor. Foi assim depois que alguns eventos tiraram esses fascistas do armário recentemente, na reação à ascensão das reivindicações dos grupos ditos “minoritários” (mulheres, negros e o grupo LGBT) por mais direitos e igualdade, potencializado por uma crise econômica mundial que só teve paralelo com a Crise de 29. Foi assim que grupos fascistas e conservadores explodiram em diversos países do mundo, encantados com o discurso de demagogos que exploravam os medos das pessoas para se benef

Venezuela e Coreia do Norte: pelo direito de não se alinhar aos Estados Unidos sem sofrer retaliações

Imagem
A livre determinação dos povos foi um dos maiores marcos do direito internacional conquistados pelos Estados soberanos.  A resolução da Assembleia Geral da ONU, n.º 2625 (XXV), de 24 de outubro de 1970, responsável por este acordo, trabalha em dois níveis. No nível “nacional” afirma especialmente o direito dos povos indígenas e da população em geral de buscar o seu bem-estar. A nível internacional, define “o estabelecimento de relações amistosas entre os Estados, baseadas no respeito pelo princípio da igualdade soberana ”. ( fonte ). É o direito de um povo à soberania e a liberdade de decidir, independentemente de influências estrangeiras, sobre sua forma de governo, seu sistema de governo e o seu desenvolvimento econômico, social e cultural. ( fonte, artigo 1, parágrafo 1 ). No entanto, muito antes e muito depois destas determinações, os Estados Unidos da América continuam violando constantemente a soberania e a liberdade de outros povos . Trump elegeu as bolas da vez: Venezuela e C

Se todos os bandidos tivessem as mesmas facilidades de Michel Temer? Veja alguns exemplos

Imagem
O ntem tivemos mais uma prova concreta de que o corporativismo na política é uma das maiores causas da impunidade no Brasil. Outra, é o foro privilegiado : além de responder no Supremo onde as chances de prescrição são quase certas , alguém pode ser julgado, ou no caso das acusações contra o Ilegítimo Michel Temer , ter a autorização de investigação julgada, por seus próprios colegas. É o tipo de privilégio descabido que cria uma casta superprotegida de eminências políticas, praticamente intocáveis à lei, não importa os seus crimes nem o tanto de evidências devidamente levantadas contra eles. Ontem à noite os portais de internet já noticiavam que o rato escapara de mais outra ratoeira . Dessa vez, com a ajuda dos amigos e correligionários no Congresso. Da pergunta “ você é a favor do parecer da CCJ que determina o arquivamento das acusações contra presidente da República ”, mais da metade dos deputados votaram pelo “SIM", notoriamente a bancada evangélica e os latifundiários. Mu