Votar nulo é um desperdício e não anula a eleição

“Mensalão” do PT: relembrando o caso (parte 3/3)

Tecnologia do Blogger.