Panorâmica Social

Denúncia das injustiças da plutocracia brasileira e mundial

31 de maio de 2017

Boa notícia: CCJ do Senado aprova emenda da eleição direta.


O povo brasileiro conseguiu uma vitória no dia de hoje. Foi aprovada na Comissão de Constituição e Justiça do Senado (CCJ) por unanimidade a PEC da eleição direta no caso de vacância no cargo de presidente da República nos três primeiros anos de mandato. Ou seja, em até 12 meses antes da próxima eleição.

Entretanto, a tramitação da emenda constitucional pode demorar e inviabilizar seu uso já no caso do Ilegítimo Michel Temer ser afastado do cargo. Agora a PEC vai para votação no Senado e, caso seja aprovada, seguirá ainda para a Câmara dos Deputados.

Por que, então, diante desse cenário, é uma boa notícia?

Na verdade é uma ótima notícia. Essa emenda constitucional tão importante só foi aprovada devido a pressão popular que já começa a crescer em todo o Brasil. Não deve ser coincidência que ela venha depois da invasão de Brasília e da manifestação que colocou quase 200 mil pessoas em Copacabana no último domingo. Outros protestos estão sendo marcados em todo o Brasil em nome das "Diretas", e a pressão só tende a aumentar.

Apesar da dificuldade da PEC ser aprovada por conta dos deputados que temem o chamamento à nação para a escolha do comandante do país, que tiraria de suas mãos essa prerrogativa, em caso de aprovação ainda esse ano, a lei caberia no caso do possível afastamento de Michel Temer. Isso porque seu ilegítimo mandato só se encerraria em dezembro de 2018, o que quer dizer que se a emenda for aprovada até dezembro de 2017, ela vai autorizar eleições diretas ainda nesse mandato.

Mas é óbvio que, para isso, o povo terá que se mobilizar e mostrar toda a sua força nas ruas. E o que é mais difícil: contar com a oposição da Rede Globo. Isso porque, se até agora ela tem sido uma aliada involuntária do Fora Temer, não será na hora das "Diretas", por conta do risco de que se eleja um presidente contrário ao saque e ao banditismo que esse atual presidente vêm promovendo ao povo brasileiro. Para a Globo, a saída de Temer só pode ser levada a cabo se em seu ensejo estiver incluída a eleição indireta, para que um desses lacaios dos bancos como Henrique Meirelles ou Armínio Fraga possam tocar adiante as reformas neoliberais que o Temer fracassou em acelerar.

Agora, está nas mãos do povo brasileiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leia nossos Termos de Uso