Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2014

Documento sobre esposa de Jesus é autêntico. Mas seu conteúdo é outra história

Imagem
Essa semana foi divulgado que um fragmento de papiro, descoberto em 2012 e que fazia menção a uma suposta esposa de Jesus, é autêntico. Autêntico porque antigo, como foi mostrado nos testes científicos. Mas alguns apressados levaram o termo mais adiante, e afirmaram que o fato de não ser forjado é prova de que fala a verdade. E daí vai uma distância muito grande. Fazendo uma análise crítica interna do documento, vemos que ele traz temas que vão de encontro à ortodoxia dos dogmas cristãos a respeito de Jesus Cristo – o que também não diz muita coisa. O texto tem partes como essa: “Jesus disse pra eles: 'minha esposa...” e “ela será capaz de ser minha discípula”. Aí já temos duas pauladas nos cânones cristãos: que Jesus tinha uma esposa, e que entre seus discípulos havia uma mulher cujo nome se perdeu com o tempo (Maria Madalena?) ou foi deliberadamente apagado da história pela Igreja Católica, durante a criação da sua misógina mitologia. Escrito em copta, uma variação do grego com…

O fenômeno da Polarização de Grupo

Imagem
O historiador Eric Hobsbawm, escrevendo sobre o século XX, classificou-o como a Era dos Extremos. Naquela época, o mundo estava frequentemente em guerra ou quase sempre à beira de uma, culminando na rivalidade entre as duas superpotências, Estados Unidos e União Soviética. Na segunda metade daquele século era mais ou menos fácil para ambos identificar o mal: o mal era sempre o outro. Neste século XXI, sai de cena os extremos e entra os extremismos, ou seja, enquanto os países inclinam-se para o entendimento, as pessoas estão com a tendência a radicalizar suas opiniões sobre tudo e sobre todos. Um dos que estudaram esse fenômeno foi o autor e professor de Harvard, Cass R. Sunstein, que o batizou de “polarização de grupo” em seu livro A Era do Radicalismo*. Relatando os resultados de uma série de experiências com dinâmicas de grupo, algumas das quais ele mesmo promoveu, Sunstein chegou a algumas conclusões muito interessantes, que nos ajudam a entender por que as pessoas estão ficando…

A indústria das cesarianas no Brasil

Por que o Brasil é o campeão de cesarianas no mundo? Essa questão voltou à baila hoje, com a notícia de que uma jovem de 29 anos, que pretendia ter parto normal, foi obrigada a fazer cesariana, sob alegação de que tanto ela quanto o bebê corriam riscos. O caso aconteceu na cidade de Torres, a 193 quilômetros de Porto Alegre. Adelir Carmem Lemos de Goes, grávida de 42 semanas, chegou a fugir do hospital quando soube que os exames indicavam a necessidade da cirurgia. Seria a terceira vez que ela tentaria ter parto normal, e a terceira vez que a chance lhe seria negada. Num caso extremo, a médica Andreia Castro então entrou em contato com o Ministério Público, que determinou que Adelir fosse buscada em casa para fazer a cesariana mesmo contra a vontade. Cesariana deixou de ser exceção e virou regraO caso suscita diversos tópicos polêmicos, como por exemplo, até que ponto existe o direito da mãe decidir pelo parto normal contrariando a recomendação médica, mas eu prefiro pegar um outro…