Homenagem a José Dirceu é um insulto à inteligência

jose-dirceuHoje, na Associação Brasileira de Imprensa (ABI), sediada no Rio de Janeiro, acontece o inacreditável: sindicatos pelegos e militantes sem um mínimo de vergonha na cara (dando um desconto para os ingênuos) patrocinam um “Ato Público pela anulação do julgamento do Mensalão”.

Acreditem se quiser... Em vez de pedirem o aprofundamento das investigações sobre um dos casos mais vergonhosos da história brasileira, eles querem pizza! Esse é o tipo de conduta que vai na contramão de tudo que a sociedade brasileira deseja na política -- mas há muito tempo os petistas realmente perderam a noção dos reais interesses da sociedade. Os interesses deles são outros.

Gerentes do Capital

pt-igual-a-psdbOlhando pra trás, é muito fácil compreender como o PT virou irmão gêmeo do seu suposto arquirrival político, o PSDB: compra de apoio político, corrupção, mensalão, propina a deputados… Tudo isso fora arquitetado nos anos 90 pelo PSDB e não pelo PT, enquanto aquele esteve no poder. O laboratório foi Minas Gerais, na campanha do tucano Eduardo Azeredo a governador em 1998, onde o valerioduto estreou, operado nada mais, nada menos, do que pelo próprio Marcos Valério, com suas tramoias muito bem documentadas pelo jornalista Lucas Figueiredo em seu livro O Operador.
Saiba mais: Mensalão do PT: relembrando o caso
No entanto, o PT achou que aquele papo de ética e honestidade não ia levar a lugar nenhum, e foi então que seus caciques, principalmente o hoje “homenageado” na ABI, José Dirceu, resolveram “tucanar”. Primeiro contrataram o marqueteiro Duda Mendonça a peso de ouro. Depois compraram partidos da oposição com a promessa de dinheiro, muito dinheiro. Com a vitória em 2002, tinham que pagar, aí usaram o mesmo método do PSDB há pouco citado: o valerioduto e seus esquemas com o banco Rural. Quando quiseram enrolar o Roberto Jefferson, ele denunciou o esquema. O escândalo ameaçava dar em CPI, e o que o governo do PT fez? Prometeu soltar mais dinheiro aos deputados para que não assinassem a aprovação da investigação. A mesma coisa que o PSDB fez para evitar a CPI da Reeleição em 1997: distribuição de cargos e verbas para a base aliada. O PSDB conseguiu esvaziar a sua CPI, o PT não.
Leia também: Brasil e EUA, dois países com dois partidos que parecem um
Há, porém, algumas poucas diferenças entre os dois partidos, só que não melhoram a imagem petista: o PT se mostrou muito mais competente para gerir os grandes negócios do capital financeiro do que o PSDB, enquanto mantém a falsa aura “social”. Mas apesar disso, não conta com a simpatia da imprensa conservadora do país, derretida pelo PSDB. Talvez por isso, o PT tenha sua sujeira política muito mais exposta do que a sujeira do PSDB.
O PT traiu as aspirações de milhões de brasileiros com todos esses esquemas copiados do PSDB. Destruiu as esperanças de milhões de eleitores, quando deveria enfiar a estaca no coração do projeto neoliberal e em toda corrupção política. Eis que ele, ao contrário, se torna mais um membro do bando. E agora, um sindicato totalmente pelego vem querer fazer um agrado a seus senhores, com essa campanha a favor do José Dirceu, o mentor da “direitização” do partido, quando deveriam estar pedindo cadeia? Continuo sem saber se esse tipo de neo-petista, como diz Milton Temer, é ingênuo ou simplesmente cretino mesmo. 

Postagens mais visitadas deste blog

Voz de prisão. Na teoria, uma coisa, na prática, outra bem diferente

Qual é o termo gentílico mais adequado para quem nasce nos Estados Unidos?

Deputados contra a Reforma da Previdência: consciência política ou barganha pelas emendas parlamentares?

Como os homens manipulam a “vontade de Deus” de acordo com suas necessidades: a questão do lucro