Panorâmica Social

Denúncia das injustiças da plutocracia brasileira e mundial

21 de fevereiro de 2011

CBF reconhece o título do Flamengo de 1987. Como se isso fosse necessário

zico-flamengo-bolinhas
Acabo de saber que a CBF reconheceu hoje aquilo que o mundo inteiro sabia, menos o Sport Recife e a torcida arco-íris: o Flamengo é o Campeão Brasileiro de 1987. Só quem não conhecia a verdadeira história deste campeonato, ou que agia de profunda má-fé desportiva, alegava o contrário.


Foi um título ganho lindamente dentro de campo, com partidas memoráveis como o Flamengo 3 x 2 no Atlético MG em pleno Mineirão e uma final dura contra o Internacional-RS no Maracanã. Vitória de 1 a 0 gol de Bebeto. A polêmica se deu por questões políticas, e o Flamengo sempre teve este título contestado pela CBF. Muita gente repetiu a falácia sem ao menos dar ouvidos para os fatos, apenas baseado na inveja clubística e na provocação baseada em rivalidades. A verdade, é que as pessoas sensatas e coerentes, bem como toda a nação rubro-negra, já sabia desde sempre que o Flamengo é o legítimo campeão nacional de 1987, e este reconhecimento público da CBF não muda nada. Vale a pena relembrar alguns fatos importantes desta polêmica que se encerra hoje.

flamengo-1987 Timaço Campeão Brasileiro de 1987

Em 1987, a CBF estava falida, sem dinheiro para organizar o campeonato nacional de futebol. Os principais clubes do país então se organizaram e fundaram o Clube dos 13, que seria responsável por organizar o Campeonato Brasileiro daquele ano. Batizado de Copa União, tinha dois módulos: o Verde, que reunia a elite do futebol nacional, e o Amarelo, com os clubes de menor expressão.

Por conta do sucesso inquestionável do campeonato, a CBF, ressentida, entrou na parada, modificando o regulamento. Ela dizia agora que o campeão nacional sairia do cruzamento do campeão e do vice dos dois módulos, num quadrangular final. O Clube dos 13 se negou a fazer o cruzamento, e o Flamengo, do Módulo Verde, foi declarado oficialmente o campeão brasileiro daquele ano. A CBF então não reconheceu o título, declarando o Sport Recife campeão nacional. O detalhe grotesco dessa decisão é que a partida do Módulo Amarelo ficou nos pênaltis em 11 a 11, depois que os presidentes de Sport e Guarani invadiram o campo e terminaram a disputa.

Gol do Título
Agora, a CBF abre uma nova polêmica: se ela reconheceu finalmente o Flamengo como campeão brasileiro junto com o Sport em 1987, então o Flamengo é o dono da “Taça das Bolinhas” – que está em poder do São Paulo F.C. A entidade alega que a taça (que iria para o primeiro clube que conquistasse o título nacional 5 vezes, façanha conquistada pelo Flamengo em 1992 se contarmos o título de 87, 15 anos antes do São Paulo) foi entregue pela Caixa Econômica Federal, idealizadora do troféu. Vamos ter muitas polêmicas pela frente, mas o fato é que a CBF reconheceu aquilo que o mundo inteiro já sabia: o Flamengo foi o campeão nacional de 1987, e tem, portanto, 6 títulos nacionais.

10 comentários:

  1. Sou São paulino, e acho que a taça das bolinhas deve ficar com o Flamengo mesmo, que sempre foi Penta, sem problemas. Não são canetas que decidem títulos, mas o que se passa nos gramados, a história em si.

    abç
    Pobre Esponja

    ResponderExcluir
  2. Oi, adorei teu blog gostei muito mesmo achei legal também suas postagens, por isso que já estou seguindo. ÁÁ, segue o meu também ??

    hyagofantinel.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Não precisava, e agora vem em má hora já que só vem devido à vontade do Rei Ricardo , o único de aumentar o racha no clube dos treze.

    Sobre a taça das bolinhas, na verdade, ninguém é dono dela, já que, quando criada, ela deveria ir para o primeiro que A GANHASSE 5 vezes, como e Jules Rimet. Como ela não existiu mais depois daquele campeonato, mais vale derretê-la e fazer uma escultura qualquer com ela. Ela, hoje, não vale mais nada.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  4. Pobre esponja, parabéns pela sua coerência. Como são paulino, era natural que viesse aqui defender o seu clube, mas deixou a paixão de ledo para ser honesto.

    É verdade Sandro, voce chamou a atenção para mais uma jogada política da CBF. Dessa vez é a tentativa de dividir o Clube dos 13, já que São Paulo e Flamengo são aliados políticos, por conta dessa questão da venda dos pacotes para a TV.

    Estou seguindo teu blog Hyago, grande abraço.

    ResponderExcluir
  5. Depois de 24 anos de enrolação, chegou a decisão
    A CBF finalmente reconheceu o Flamengo campeão
    Cai o asterisco do título de 1987, agora legalizado
    Corrige-se a distorção sobre um vencedor legitimado

    Não está entendendo? Calma, vou explicar
    Coisa que só acontece no Brasil (pra variar)
    Em 87, a CBF disse: torneio nenhum vou organizar
    E os times, claro, parados não poderiam ficar

    Montaram um grande torneio, a Copa União
    Que foi sucesso de público, patrocínio e televisão
    A elite do futebol nacional teve o Flamengo campeão
    Gol de Bebeto contra o Internacional querido de Falcão

    A CBF voltou atrás, percebendo a repercussão
    Inventou dois módulos e uma nova decisão
    Sport e Guarani que jogavam torneio paralelo
    Disputariam o título com Flamengo e Inter. Fala sério!

    Cariocas e gaúchos, era evidente, se negaram a jogar
    E a CBF disse que como campeão não ia considerar
    Considerou o Sport vencedor de 87, sem choro nem vela
    Mas depois de muita picuinha política, acabou-se a novela

    http://noticiaemverso.com
    twitter: @noticiaemverso

    ResponderExcluir
  6. rsrsrsrs.. rapaz, que parada bem bolada. Parabéns pela criatividade.

    ResponderExcluir
  7. MAs por um lado foi bom!
    Pelo menos agora somos oficialmente Hexa!
    Que venham as polêmicas!

    ResponderExcluir
  8. Fala Almir,
    Como tricolor, atual campeão brasileiro, nunca tive dúvida alguma que o verdadeiro campeão de 1987 era o Flamengo.
    Rivalidades à parte, o que interessa são os fatos! A CBF sempre foi campeã em erros. Naquele ano, o futebol começou uma nova etapa e a ditadura futebolística começava a ruir. A CBF hoje em dia só quer saber da Seleção, e o reconhecimento dos títulos de 59 a 70 também foram mais que merecidos.
    O Fla é Hexa sim!
    O Flu é Tri sim!

    Abraço.

    ResponderExcluir

Leia nossos Termos de Uso