Mau desempenho de alunos brasileiros é entrave para o crescimento do país

Sigla em inglês para Programa Internacional de Avaliação de Estudantes


O Brasil, ao longo dos últimos anos, vem se consolidando como um país promissor, com uma Economia robusta e possibilidade de geração de muitas oportunidades. Mas seu crescimento se vê ameaçado por falta de investimento em um setor crucial: Educação. Isso compromete a disponibilidade de mão-de-obra qualificada para áreas importantes, o que pode emperrar nosso desenvolvimento. Desempenho de alunos brasileiros em testes comparativos com estudantes do mundo mostra que a situação é grave.



Apesar de o país estar caminhando no setor, a lentidão do processo compromete o futuro. No final do ano passado, saiu o resultado do Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa) mostrando que os estudantes brasileiros ficaram muito longe das melhores posições. No quesito leitura, por exemplo, dentre 65 países avaliados, o Brasil ficou em 53º lugar. Em ciências, os alunos brasileiros alcançaram 405 pontos; em matemática, 386, enquanto que os chineses alcançaram 600 pontos. Apesar disso o país está entre os que mais melhoraram sua posição nos últimos anos. Mas não é motivo de comemorações.

Ministro da Educação, Fernando Haddad, tem muito trabalho pela frente
 

Outro fator importante mostrado pelo estudo, é que alunos do ensino público tiveram desempenho muito abaixo dos alunos do ensino particular, o que também não causou nenhum espanto. A única exceção, foi com relação aos colégios públicos ligados a Universidades (Colégios de Aplicação) mostrando que o Estado sabe oferecer ensino de qualidade, e que esse tipo de modelo deve ser expandido.

CAp da UERJ é exemplo de ensino público de qualidade


O próximo estudo do Pisa, que é de três em três anos, se dará em 2012, tempo muito curto para que a nova presidente recém-eleita possa mudar muito o quadro. Mas ela tem que deixar um compromisso, um projeto político de longo prazo implementado, para que o país cresça e traga consigo a maioria da população brasileira, resgatada da condição de miséria e pobreza através da Educação de qualidade, que tornará o Brasil uma potência de fato. Como disseram uma vez*, não são as reservas do Pré-Sal o passaporte para o futuro do país, e sim a Educação.


* Alexandre Garcia, no Bom dia Brasil
fontes:
http://aprendiz.uol.com.br/content/trechemucr.mmp
http://www.advivo.com.br/blog/roberto-sao-paulo-sp-2010/programa-internacional-de-avaliacao-de-alunos-pisa-2009
http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&task=doc_download&g...